Alimentação

Como influenciar a alimentação saudável nas escolas?

A obesidade infantil atinge dez vezes mais crianças e adolescentes hoje do que na década de 70. Isso significa que o grupo de indivíduos entre 5 e 19 anos que estão acima do peso saltou de 11 milhões para 124 milhões. Os dados alarmantes são de um estudo liderado pelo Imperial College de Londres e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), lançado no ano passado. Para mudar esta realidade, a valorização de uma alimentação saudável já na primeira infância precisa ser foco não só das famílias, mas também das escolas. As escolhas alimentares que crianças e adolescentes fazem hoje vão impactá-los ao longo de suas vidas.

Atenta a este cenário, a empresa Alimenttar traz um projeto inovador de gestão para trabalhar este tema na prática e transformar as cantinas da rede particular de ensino. A proposta inclui opções saudáveis para toda a comunidade escolar, palestras e serviços de nutrição sem custos para os colégios, além da modernização de todas as instalações com um padrão de alta qualidade.  As escolas ganham ainda um valor fixo proporcional ao número de alunos, gerando assim mais uma fonte de renda.

Carina Paiva é uma das nutricionistas da Alimenttar. Segundo ela, o foco da empresa é fortalecer os cuidados com a alimentação e oferecer um atendimento personalizado. “Como nutricionista zelo pela segurança alimentar nos estabelecimentos. Minhas orientações e sugestões têm voz ativa no meu ambiente de trabalho. A qualidade e a preocupação em oferecer o melhor para cada cliente é o nosso principal objetivo”, ressalta ela.

Tecnologia como aliada

Muito se fala hoje sobre como melhorar a alimentação dentro das escolas. A proposta da Alimenttar é trabalhar este tema na prática, disponibilizando essas informações para os pais já na matrícula. As unidades geridas pela empresa contam com o auxílio da tecnologia para acabar com as filas e melhorar o controle dos pais no consumo dos alunos. Um inovador terminal de autoatendimento é instalado na cantina e cada estudante recebe gratuitamente um cartão para adquirir seu próprio lanche. Os pais, por sua vez, podem ter total controle do que o aluno está consumindo, além de poder definir o cardápio e a receita diária do seu filho.

De acordo com Marcelo Fernandes, representante do Colégio Salesiano, a implementação deste completo serviço de gestão agregou uma série de benefícios para a instituição: “Mais qualidade nos produtos comercializados e um melhor atendimento por parte dos colaboradores. Destaco ainda a inovação tecnológica e agilidade proporcionadas pela implantação da máquina de autoatendimento. Essa ferramenta auxilia o responsável a acompanhar o tipo de alimentação que seus filhos estão consumindo e, com isso, podem orientá-los, com o auxílio da nutricionista, para uma alimentação benéfica para a saúde”, afirma.

Um bom sistema de alimentação é fundamental para dar mais segurança aos pais, mais qualidade de vida para os alunos e maior valor agregado para as escolas. “Sabemos que a alimentação é um dos fatores fundamentais para o rendimento do ser humano. Entendemos que a cantina é a extensão da escola e precisa ter uma boa estrutura física, profissionais qualificados, variedade, opções saudáveis e um serviço eficiente. Por isso, contamos com uma equipe especializada em bom atendimento, e preparada com os padrões exigidos pela legislação, além do nosso time de nutricionistas. Tudo para oferecer a melhor solução para nossos clientes”, explica Rafael Soares, diretor da Alimenttar.

Deixe um comentário